Descubra seu
ARCANO PESSOAL
Nossos
CURSOS
Whatsapp:
(24) 99227-2726
Área do Cliente

|

Triregnum, a Tiara Papal

Grethli Baumann-Jung: A Segunda Filha de Jung, Exímia Astróloga em Zurique
julho 31, 2023
A Estrela e o Simbolismo da Genuflexão
outubro 30, 2023
Grethli Baumann-Jung: A Segunda Filha de Jung, Exímia Astróloga em Zurique
julho 31, 2023
A Estrela e o Simbolismo da Genuflexão
outubro 30, 2023

Le Pape (Oswald Wirth Tarot);

A Tiara papal, Tríplice Tiara ou Tiara Tripla (em latim: Triregnum, em italiano: Triregno e em francês: Trirègne) é a “coroa papal, uma rica cobertura para a cabeça, ornamentada com pedras preciosas e pérolas, tem a forma de uma colmeia, possui uma pequenacruz no ponto mais alto, e também é equipada com três diademas reais”. Os papas poderiam usar uma tiara já existente, ordenando que seu tamanho fosse ajustado, ou poderiam confeccionar uma nova; ele recebia a tiara na cerimônia de coroação após sua eleição, que inaugurava seu pontificado, e uma vez que a “tiara é um ornamento não-litúrgico”, a partir daí era usada apenas em “procissões papais, e solenes atos de jurisdição”, sendo que “o papa, como os bispos, veste uma mitra pontifícia nas funções litúrgicas”.

Tiara Papal de Pio VII;

A origem da tiara papal é incerta. Os historiadores concordam que trata-se de uma lenda a afirmação que o Papa Silvestre I (314–335) recebeu a tiara do imperador Constantino como um sinal da liberdade e paz na Igreja. Segundo M. Pfeffel, Clóvis I ofertou ao Papa Símaco a tiara papal na igreja de São Martinho, em Tours no século V. Porém um ornamento branco usado na cabeça do papa é registrado pela primeira vez apenas na biografia do Papa Constantino no século VIII no “Liber Pontificalis”. Essa cobertura é chamada de camelaucum ou phrygium. De acordo com James Noonan-Charles e Bruno Heim, a mais baixa das três coroas apareceu na base da chapelaria branca tradicional dos papas no século IX, quando os papas assumiram efetivamente o poder temporal nos Estados Pontifícios, a coroa da base foi decorada com jóias para assemelhar-se as coroas dos príncipes. Assim, esta cobertura de cabeça passou a se chamar Regnum. O termo “tiara” é citado pela primeira vez na biografia do Papa Pascoal II, no Liber Pontificalis, em 1118.

Hierofante (Rider Waite-Smith);

Bruno Heim sugeriu que uma segunda coroa foi adicionada pelo Papa Bonifácio VIII em 1298, na época do confronto com o Filipe, o Belo, Rei da França, para mostrar que a sua autoridade espiritual era superior a autoridade civil, assim a tiara passou a ser denominada de Biregnum. No entanto, um afresco da Capela de São Silvestre (consagrada em 1247) na igreja Santi Quattro Coronati, em Roma, representa um Papa vestindo uma tiara de pano com duas coroas, o que indica que o Biregnum tem uma origem anterior.

El Pape (Isis Tarot).

Os historiadores divergem quanto à data e quem acrescentou à terceira coroa, com a qual a tiara passou a ser denominada de Triregnum. São sugeridos os papas João XXII (1316–1334), Urbano V (1362–1370), Clemente V (1305–1314), Bento XI (1303- 1304), ou Bento XII (especificamente em 1334).

* A coroa dupla assume, assim, o mesmo significado da autoridade pontifícia e imperial;
* A terceira coroa vem acrescida, segundo alguns autores, durante o pontificado de Bento XI (1303- 1304), para outros no de Clemente V (1305–1314), ou ainda, para outros tantos, em 1334, com Bento XII, para demonstrar que o papa representava as três Igrejas triunfante, militante e purificadora, ou mesmo o domínio sobre as regiões do Céu, da terra e do Inferno, ou ainda a tríplice soberania do chefe da Igreja, consistente na soberania espiritual sobre as almas; regalias temporárias sobre Estados romanos; soberania eminente sobre todos os soberanos da terra e a quem se denomina “triregnun”;

*Alguns consideram como um símbolo esotérico em referência a Alquimia: Sal, Mercúrio e Enxofre (A Teoria do Paracelsus).

Fonte:
* Tiara Papal (Adoremos com Maria, Jesus na Eucaristia) – infelizmente o Facebook não permite o compartilhamento do link.
Giancarlo Kind Schmid (tarólogo, astrólogo, numerólogo e terapeuta). Consultas, cursos, workshops e palestras: taro@bol.com.br
Giancarlo Kind Schmid
Giancarlo Kind Schmid
Vivendo em meio aos livros desde criança na biblioteca de meu pai, despertei interesse logo cedo por Literatura e História. Aos onze anos, comecei a me identificar com História Antiga, mais precisamente Egiptologia e afins. O primeiro contato com o mundo esotérico surgiu das pesquisas feitas com Piramidologia e estudos sobre energia cósmica.

Comments are closed.

Enviar Mensagem
Deixe-me por escrito o assunto ou questão de seu interesse.