Descubra seu
ARCANO PESSOAL
Nossos
CURSOS
Whatsapp:
(24) 99227-2726
Área do Cliente

|

O Tarólogo e o Alquimista
fevereiro 20, 2021
Quem Precisa de Therapeia?
dezembro 26, 2021
O Tarólogo e o Alquimista
fevereiro 20, 2021
Quem Precisa de Therapeia?
dezembro 26, 2021
Marie-Louise Von Franz (1915-1998), emérita psicoanalista alemã, contribuidora e continuidora das pesquisas de Carl Jung, nos deixou um importante legado nos estudos dos contos de fada. Von Franz procurou despir as histórias infantis de uma visão pueril romantizada e buscou aproximar a simbólica das narrativas com os dramas psíquicos humanos. Além de uma série de obras e palestras realizadas com foco no tema, Von Franz alçou os estudantes da psicologia profunda a uma autoanálise e meditação sobre eventos da infância, fase essa pouco explorada pelo próprio Jung. A pesquisadora sugere que todos os contos e fábulas traduzem os mais profundos anseios humanos e uma insinuação de nossa trajetória anímica.

Von Franz destrincha os contos em vários níveis: personagens, ambientação, propósitos, desafios e moralidade. Cada personagem nas histórias representa uma faceta de nossa personalidade, elementos conscientes ou não, máscaras sociais (personas), aspectos do ego/sombra/self, animus/anima, puer/senex, herói/anti-herói, dentre outros. Na obra “A Psicologia nos Contos de Fada” a psicoanalista propõe uma observação mais acurada dos contos como uma metáfora de vida. De uma forma mais clara, revela que o conto ou fábula que mais nos identificamos ou que tenha nos marcado é uma espécie de script psíquico, ou seja, uma tradução de nossa história de vida.

De forma suscinta, eis algumas histórias que traduzem alguns dramas humanos:

1) Branca de Neve – perda da inocência;
2) Chapeuzinho Vermelho – abusos infantis;
3) Cinderela – complexo de inferioridade;
4) Peter Pan – infantilismo comportamental;
5) Bela Adormecida – perda da consciência;
6) Pinóquio – crise de identidade;
7) João e Maria – abandono e violência;
8) Flautista de Hamelin – coação/sequestro;
9) A Bela e a Fera – medo e intimidação;
10) Rapunzel – falta de liberdade;
11) João e o Pé de Feijão – carências;
12) Rumpelstichen – ameaças e chantagens.
Lembre-se que a identificação com um conto, com um ou outro personagem, não define todo um contexto, sendo necessário uma anamnese e análise acurada da vida de cada um.

Comments are closed.

Enviar Mensagem
Deixe-me por escrito o assunto ou questão de seu interesse.