Descubra seu
ARCANO PESSOAL
Nossos
CURSOS
Whatsapp:
(24) 99227-2726
Área do Cliente

|

Sinopse de “O Violino Vermelho”

Buddha Tarot
janeiro 5, 2023
Que Imperador Histórico Inspirou o Arcano 04 dos Tarôs Franceses?
março 18, 2023
Buddha Tarot
janeiro 5, 2023
Que Imperador Histórico Inspirou o Arcano 04 dos Tarôs Franceses?
março 18, 2023

A obra prima “O Violino Vermelho” – The Red Violin ( francês : Le Violon Rouge ) é um filme de drama de 1998 dirigido por François Girard e estrelado por Samuel L. Jackson , Carlo Cecchi e Sylvia Chang . Abrange quatro séculos e cinco países, pois conta a história de um misterioso violino de cor vermelha e seus muitos proprietários. O instrumento, feito em Cremona em 1681 com previsão futura por cartas de tarô , chega a Montreal em 1997, onde um avaliador o identifica e vai a leilão. O filme foi uma co-produção internacional entre empresas do Canadá, Itália e Reino Unido.




O TARÔ

As cartas utilizadas no filme são uma reprodução alterada do baralho francês do artesão Jean Noblet, de 1650 (Paris). Tal baralho, composto originalmente por 78 cartas, das quais restaram 73, impressas em Paris, em meados do século XVII, encontram-se sob a guarda da Biblioteca Nacional da França. Com insígnias italianas e gravuras sobre madeira, coloridas com “pochoir” (moldes recortados), em papel com várias camadas, tamanho 92 x 55 mm. Sua reedição foi realizada pelo historiador de cartas francesas Jean-Claude Flornoy (1950-2011), em 2007. O baralho apresenta algumas peculiaridades tal como o “dedo mágico” do arcano “O Prestidigitador” que lembra um pênis; rostos e mãos brancas dos personagens; a substituição dos títulos franceses das cartas por uma contração da preposição “le” com o substantivo tais como “Le Temperance” (14) por “Lemperance” e “Le Estoille” por “Lestoille”, algo intencional, marca registrada deixada pelo editor, o L fazendo menção ao esquadro maçônico. Na comparação das cartas originais com as que se apresentam no filme, temos na figura do “Diabo” (15) a ausência do íncubo, demônio masculino, aos pés do personagem central; a ausência da espada na mão da Justiça (08); a lua em maior destaque à direita no arcano 18; o Pendurado (12) com meia haste à direita; a Morte (13) impressa invertida. Tais elementos foram modificados propositalmente e seu simbolismo se apresenta em personagens e enredos pontuais do filme.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


OBJETIVO DO ENREDO COM O TARÔ

Creio que o filme nos chama a atenção para um ponto crucial: a literalidade com que interpretamos os oráculos e os sinais em nossas vidas. A obra transcorre através da tríade “passado-presente-futuro” por meio de outra tríade “vida-prazer-morte”. Se soubermos compreender a mensagem do filme, compreenderemos que os oráculos nunca deverão ser interpretados (e suas mensagens pítias) tão ao pé-da-letra. Os oráculos nos falam as verdades que estão dentro de nós, refinar a audição é essencial. O violino é apenas uma metáfora de como nossas vidas podem tomar rumos surpreendentes.

Sobre o filme:
https://www.wikiwand.com/en/The_Red_Violin
* Jean Noblet Tarot: http://www.clubedotaro.com.br/site/h23_16_jean_noblet.asp
* Texto da taróloga Zoe de Camaris sobre o filme:
http://www.clubedotaro.com.br/site/t78_zoe-violino.asp
* Filme completo:
https://gloria.tv/post/Kz43tRpsJ9V41YaxEY6f8VnRt

Giancarlo Kind Schmid
Giancarlo Kind Schmid
Vivendo em meio aos livros desde criança na biblioteca de meu pai, despertei interesse logo cedo por Literatura e História. Aos onze anos, comecei a me identificar com História Antiga, mais precisamente Egiptologia e afins. O primeiro contato com o mundo esotérico surgiu das pesquisas feitas com Piramidologia e estudos sobre energia cósmica.

Comments are closed.

Enviar Mensagem
Deixe-me por escrito o assunto ou questão de seu interesse.